Não importa qual é o porte do empreendimento: seja uma grande obra, seja apenas uma pequena reforma, todo o projeto em questão precisa de um controle de obras para que seja finalizado com sucesso. Nesse contexto, ganha destaque o tema gestão de construção, visto que tal prática traz vários benefícios para uma construtora, como explicaremos abaixo. 

Ao avistar um canteiro de obras, quem é leigo no assunto conclui precipitadamente que o trabalho de construção está centralizado naquele local. Entretanto, antes mesmo de iniciar as atividades (bem como no transcorrer de cada uma delas), é preciso elaborar um planejamento que inclua análises financeiras, de engenharia, logística etc. 

Em outras palavras, é necessária a implantação de um controle de obras eficiente. Pensando nisso, destacamos abaixo as vantagens da prática e algumas medidas capazes de otimizá-la.

A redução da ocorrência de erros

Sem dúvidas, reduzir erros de execução é uma das principais vantagens que um controle de obras otimizado e eficiente proporciona a uma construção. Isso só é possível devido à antecipação dos problemas, uma vez que, ao implementar as ferramentas corretas de controle de obras, o gestor passa a ter mais informações detalhadas sobre o andamento do projeto. 

Essa antecipação dos problemas envolve nada mais do que identificar uma demanda de forma prévia, preparar-se para ela com antecedência e executá-la segundo o planejamento já traçado.

Para exemplificar, basta pensar em uma das vantagens que o controle de obras otimizado oferece: documentar e arquivar de forma inteligente os principais fatos ocorridos em um dia no canteiro de obras. Nessa prática, há a coleta de dados sobre o desempenho de cada máquina.

Sendo assim, ao constatar uma queda gradual no rendimento de determinado equipamento, não será necessário esperar por sua falha. É possível providenciar a adequada manutenção preventiva antes mesmo que o pior aconteça, garantindo que a produção não pare devido à falta de maquinário. 

Portanto, fica simples perceber como o controle de obras favorece a redução dos erros. Isso porque o processo permite prognosticar algumas demandas de trabalho (seja no canteiro de obras, seja no escritório). 

O uso da tecnologia no controle de obras

Antigamente, o planejamento e o controle de custos de uma obra eram todos feitos e arquivados em papéis ou planilhas de Excel. Entretanto, atualmente há ferramentas muito completas, que entregam ainda mais recursos para o acompanhamento eficaz de um trabalho na área — são os chamados softwares de construção civil.

Nesse cenário, hoje em dia é inimaginável uma construtora não adotar um software para o planejamento, controle e acompanhamento de suas obras. A razão é simples: a partir da ferramenta tecnológica, é possível gerenciar com mais praticidade os parâmetros que envolvem uma construção. 

Controle de materiais e insumos

Para que a dinâmica de trabalho em um canteiro de obras não sofra alterações (seja pelo desperdício de material, seja pela falta de máquinas e equipamentos), é interessante a garantia do controle desses insumos de uma maneira ágil e inteligente. Trata-se exatamente daquilo que é feito pelo software. 

Dessa forma, uma vez que é possível armazenar e atualizar informações sobre a quantidade de material gasto no dia, a qualidade e o desempenho dos produtos, além das horas trabalhadas por uma máquina locada, fica mais simples controlar a administração de todos os recursos que um canteiro de obras demanda.

Gestão logística

Da mesma maneira que um software melhora o controle de materiais, ele também favorece as condições necessárias para a prática de uma gestão logística mais eficiente. Isso ocorre pelo fato de que a ferramenta armazena todos os dados e informações que um gestor precisa analisar previamente para organizar a logística do canteiro de obras.

Em relação a essa logística em um canteiro de obras, cabe pautar sua importância para a garantia da produtividade na construção, visto que ela abrange pontos como:

  • número ideal de colaboradores (de acordo com as características da tarefa);
  • organização da forma com que os materiais serão fornecidos;
  • gestão da locação de equipamentos, entre outros. 

Evolução da obra

Um projeto de construção é composto por várias etapas, indo desde o seu estudo inicial de viabilidade financeira até a finalização da construção e a entrega da obra para o cliente.

Desse modo, acompanhar a evolução do projeto, avaliando a conclusão de cada etapa e a posterior transição de fases, é um processo extremamente importante. Tal cuidado pode ser refletido tanto na qualidade do empreendimento quanto na saúde financeira da construtora.

Sendo assim, ao recorrer à utilização de um software, o exercício de acompanhar a evolução da construção fica muito mais favorável. Isso se deve principalmente à facilidade em acessá-lo, mas também à interatividade permitida por ele.

A elaboração de um diário de obras

O diário de obras tem como objetivo a documentação diária de todos os dados e informações acerca da construção. Os conteúdos podem ser referentes às técnicas de construção ou retratar quem visitou o canteiro de obras naquele dia.

Atualmente, o diário de obras pode ser implementado de forma digital, ou seja, a documentação beneficia ainda mais a automatização do controle do trabalho desenvolvido. Isso gera outros benefícios por consequência, como:

  • garantia da produtividade condizente com os recursos utilizados, uma vez que fica mais fácil analisar se o desempenho da equipe de trabalho foi satisfatório ou não (de acordo com os recursos usados, como materiais de construção, máquinas e equipamentos); 
  • melhoria da comunicação interna, já que as informações estarão disponíveis em tempo real;
  • economia de insumos, visto que as chances de haver desperdícios de materiais após a finalização das etapas serão reduzidas.   

Portanto, após analisar as ferramentas que favorecem a otimização do controle de obras, é possível concluir que todas estão ao alcance de qualquer construtora. Em outras palavras, o recurso precisa ser encarado como investimento (e não um custo ou gasto desnecessário), até porque ele tem o potencial de influenciar na qualidade e no prazo de entrega da obra. 

Nosso conteúdo foi interessante para você? Então, assine nossa newsletter para receber artigos sobre o ramo da construção civil e a gestão de negócios em geral diretamente no seu e-mail.