Para que uma construção seja entregue ao cliente dentro do prazo, cumprindo com todos os quesitos de qualidade e segurança, é preciso que ela realize com sucesso uma série de etapas. Nesse contexto, em relação às fases de um empreendimento, cabe destacar o planejamento de obras, já que é a partir dele que as outras etapas são definidas.

Seja em uma obra de grande porte, seja em uma pequena reforma, é inimaginável começar a executar uma construção sem que haja um detalhamento e um cronograma de suas fases previamente estabelecido.

Sendo assim, entenda mais sobre o que é planejamento de obras, como ele pode ser configurado, suas etapas e quais são seus impactos durante o decorrer da construção.

O conceito de planejamento de obras

Planejar uma obra nada mais é do que tentar pensar previamente em todos os parâmetros acerca do empreendimento que será executado. Dessa forma, nessa análise prévia, são estudados pontos como viabilidade financeira do negócio, características do local, quantidade de mão de obra, logística e vias de acesso da região etc.

É a partir desse levantamento que a construtora traça o seu projeto e define como será a dinâmica na obra. Assim, reduz as chances de ocorrer algum imprevisto e prejudicar o serviço no canteiro de obras.

Configurações do planejamento de obras

Da mesma maneira que as técnicas de engenharia de construção evoluíram com o passar do tempo, a forma com que atualmente o planejamento de obras comumente é aplicado também se desenvolveu.

Antigamente, o planejamento era documentado e arquivado em papéis, algo que é extremamente ineficaz, inseguro e com pouca praticidade. Hoje, já é possível elaborar um planejamento totalmente digital, com a possibilidade de acompanhamento e atualizações a qualquer instante e em qualquer lugar.

Etapas de um planejamento de obras

São várias as etapas que compõem um planejamento de obras. A partir delas, a empresa consegue mensurar com mais precisão alguns pontos do projeto.

Vale destacar, também, que quando feito corretamente, o planejamento de obras é a ferramenta ideal para verificar se o empreendimento será rentável financeiramente ou não, bem como servir de auxílio cronológico no decorrer da execução das tarefas.

Estudo de viabilidade

Como mencionado acima, o estudo de viabilidade é uma das principais etapas de um planejamento de obras. Isso porque é preciso ter absoluta certeza de que a construção, quando finalizada, não representará prejuízos financeiros para a empresa.

Desse modo, é nessa etapa que há uma análise aproximada dos custos de produção e o estudo do potencial financeiro que a obra poderá trazer. De posse desses números, fica mais simples identificar com exatidão se a obra em questão é viável ou não.

Orçamentação

A fase de orçamentar uma construção requer o exame de todos os custos que envolvam o processo de produção. Essa etapa é fundamental para a saúde financeira do projeto, visto que uma orçamentação mal feita reflete automaticamente em desperdício de recursos e desequilíbrio entre investimento e potencial retorno financeiro.

Elaboração de um cronograma

Toda obra, bem antes de começar, já precisa ter definido a sua data de entrega ao cliente. O cumprimento desse acordo é fundamental, tanto para a garantia da credibilidade quanto para resguardo financeiro da construtora. Isso porque há ocasiões em que os dias de atraso refletem em multas devidas à quebra de contrato.

Nesse contexto, a fase de elaboração de um cronograma, presente em um planejamento de obras, contribui consideravelmente para que as etapas da construção sejam executadas como foram previamente definidas. Isso reduz as chances de atraso da entrega final do projeto ao cliente.

Os benefícios de monitorar o planejamento de obras

O principal benefício de conseguir esse monitoramento é, sem dúvidas, o de ter a certeza de que o planejamento está alinhado conforme a realidade/demanda encontrada no canteiro de obras.

Desse modo, também são vantagens de monitorar o planejamento de obras:

  • aumento da segurança do trabalho no canteiro de obras;
  • garantia da produtividade dos colaboradores;
  • redução do desperdício de material de construção;
  • antecipação das demandas e, consequentemente, redução da perda de tempo de produção.

A etapa de orçamentação de um projeto

A orçamentação, como já mencionamos, compõe uma das etapas do planejamento de obras. Por ser extremamente importante (visto que tem relação direta com as questões financeiras), é preciso muita atenção na hora de elaborá-la. Nesse aspecto, listamos abaixo algumas instruções.

Busque informações sobre a empresa fornecedora

São vários os materiais de construção envolvidos em uma obra. Logo, a qualidade de todos eles é de extrema importância para a da construção. É fundamental procurar saber sobre a credibilidade da empresa fornecedora de material de construção.

Cabe destacar, também, que empresas com credibilidade no mercado, além de venderem produtos de qualidade, fornecem materiais com certificação ambiental. Assim, há a garantia da compra de produtos que foram fabricados de forma legal e ecologicamente corretos.

Realize pesquisa de mercado

Em uma mesma cidade, os preços entre os depósitos podem variar consideravelmente. Por isso, para que a etapa de orçamentação de uma obra seja realizada da forma mais vantajosa, a pesquisa de mercado se faz extremamente necessária.

Essa pesquisa vai além da escolha dos materiais com preços mais baixos: é preciso ser feita uma análise da qualidade dos produtos em questão, para que assim todos os insumos sejam adquiridos com o melhor custo benefício.

Conheça os detalhes do empreendimento

Para a equipe de trabalho responsável em fazer a orçamentação, não basta conhecer a obra apenas segundo a sua planta. É prudente, também, conhecer os detalhes do canteiro de obras.

Isso porque é por meio dessa análise presencial que alguns parâmetros são definidos com mais exatidão (número de colaboradores necessários, quantidade de material e equipamentos etc.).

Após a leitura deste artigo, é possível entender melhor quais são os impactos de um bom planejamento de obras para uma construção. Vale ressaltar, também, que esse planejamento representa uma melhoria da comunicação da construtora, já que tanto o escritório quanto o canteiro de obras atuarão alinhados.

O conteúdo foi importante para você? Então, compartilhe-o em suas redes sociais e faça com que mais pessoas saibam como fazer um bom planejamento de obras.