Sinônimo de modernidade e inovação, as cidades futuristas se destacam por disponibilizarem soluções inteligentes que integram design, tecnologia e sustentabilidade no ambiente urbano. 

Isso porque, as cidades são planejadas para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico e se adequar ao futuro para combater as complexidades dos novos desafios globais. 

Por este motivo, António Guterres, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) alerta: novas cidades precisam surgir para abrir caminho para um futuro urbano mais sustentável.

Para Guterres, “As escolhas que serão feitas na infraestrutura urbana nas próximas décadas em planejamento, eficiência energética, geração de energia e transporte, terão influência decisiva na curva de emissões de gases” – apontado como uma emergência global. 

Por outro lado, muitos países estão apostando na tecnologia como aliada do urbanismo. A indústria 4.0 e o conceito de cidades inteligentes são um grande exemplo. De acordo com a Forbes, ambas as tendências marcaram a ciência e a tecnologia em 2021.

Em outras palavras, a tecnologia e inovação estão transformando os padrões de urbanização e, consequentemente, impulsionando o desenvolvimento das cidades futuristas

Parece filme de ficção científica, mas não é! Continue a leitura e saiba mais sobre a temática e as curiosidades das cidades pelo mundo. 

Cidades futuristas: inovação e tecnologia por toda parte

Diversas cidades tecnológicas já estão sendo desenvolvidas em várias partes do mundo com uma visão futurística no ambiente urbano.

De acordo com o relatório do McKinsey Global Institute, as cidades podem usar tecnologias inteligentes para melhorar alguns indicadores de qualidade de vida em até 30%.

Com o surgimento de novos projetos de modernização, planejamento urbano e investimento em sustentabilidade, as cidades futuristas se destacam por valorizar e melhorar a qualidade de vida urbana. Confira a seguir algumas delas:

Masdar City – Emirados Árabes

Pode ser difícil de acreditar, mas Masdar City é uma cidade localizada em pleno deserto. A integração entre a tecnologia e sustentabilidade trazem benefícios ao meio ambiente.

Com o objetivo de ser uma cidade zero carbono, Masdar se destaca com soluções em energia solar, transporte sem emissão de gases poluentes, ruas com controle de resfriamento e “policiais verdes” para fiscalizar o uso da energia. 

Em Masdar City, ocorre um dos maiores e mais caros experimentos de projeto urbano na atualidade. A integração entre tecnologias e o design do estilo árabe faz com que a sociedade conviva com o tradicional e o moderno ao mesmo tempo.

Em outras palavras, Masdar é mais do que uma cidade do futuro, é uma revolução urbana, inteligente e luxuosa.

Songdo – Coreia do Sul

Assim como em Masdar City, Songdo foi construída do zero para ser uma cidade futurista

Com tecnologias avançadas e planejamento urbano inteligente, a cidade possui um sistema inovador de gestão de resíduos, estações de carregamento para carros elétricos, e ainda, distribui 40% do território ocupado em áreas verdes. 

Portanto, a filosofia de Songdo é: construir uma cidade verde, tecnológica, zona franca e internacional. Por esse motivo, suas inovações estão sempre à frente do seu tempo.

Fujisawa – Japão

Com investimento de R$1,3 bilhões, a cidade futurista Fujisawa é um projeto da Panasonic. A cidade visa por uma vida urbana sustentável, inteligente e com excelência em estética e modernidade em projetos arquitetônicos. 

Além disso, com o objetivo de otimizar as operações e serviços da cidade, Fujisawa integra diferentes sensores para coletar dados e usá-los no gerenciamento de recursos. 

Exemplo disso está no uso de fontes renováveis em larga escala. Por esse motivo, na cidade futurista, é possível reduzir 70% na emissão de gases e 30% no consumo de água.

Com uma visão centenária, o projeto da cidade é referência no mundo.

Ecodesign nos centros urbanos

A preocupação com a degradação ambiental, escassez dos recursos naturais e a necessidade de áreas verdes em centros urbanos, são ações que promovem urbanização com menor impacto socioambiental

Dessa forma, o conceito de ecodesign aplicado às cidades pressupõe projetos sustentáveis na concepção, construção e gestão que elevam a qualidade do desenvolvimento urbano.

Referência em design para inovação social e sustentável, Enzio Manzini afirma que o ecodesign faz nascer novas técnicas e propostas ecológicas que sejam social e culturalmente aceitáveis

Dessa forma, cidades que adotam o conceito ecodesign em seus projetos de urbanização, inovação, arquitetura e até mesmo em políticas públicas, garantem a permanência e qualidade de vida das gerações futuras.

O que você achou deste conteúdo?

Apesar dos desafios constantes da urbanização, a soma entre tecnologia e  inovação tem gerado grandes transformações nos centros urbanos, entre elas, as cidades futuristas.

Contempladas para fazer a diferença no futuro, as cidades são mais que inteligentes, são a solução para um mundo melhor.

Deseja saber mais sobre a temática? Acesse o conteúdo sobre o impacto das cidades planejadas e tenha uma boa leitura!