Uma boa gestão de Iluminação Pública interfere diretamente na melhoria da qualidade de vida. Cidades bem iluminadas são mais seguras e atraem mais pessoas para as áreas de convívio e lazer, aumentando a satisfação da população e dos turistas.

Por isso, é essencial que os fornecedores de serviços de Iluminação Pública busquem formas de prestar um atendimento cada vez melhor, beneficiando não apenas a população, mas a própria empresa, principalmente em relação à redução de custos.

A tecnologia é uma grande aliada para fazer uma gestão ainda mais eficiente dos processos nessa área e garantir que o trabalho seja feito seguindo as melhores práticas para um serviço de qualidade. Quer saber quais são elas? Continue a leitura!

A importância de ter uma Gestão de Iluminação Pública eficiente

Uma boa Iluminação Pública melhora a imagem da cidade. Além disso, ela contribui consideravelmente para a segurança pública, diminuindo a ocorrência de crimes no período noturno e evitando acidentes de trânsito devido à falta de visibilidade.

Mas, não é só por isso que uma boa gestão desse serviço é importante. O fato de a Iluminação Pública ser uma responsabilidade dos municípios ressalta a necessidade de maior eficiência, o que aumenta a procura por empresas especializadas na área. Portanto, realizar uma gestão eficiente é fator determinante para manter a qualidade dos serviços e ter destaque no mercado.

Além disso, uma gestão de Iluminação Pública eficiente traz diversos benefícios, como a otimização do trabalho das equipes em campo e a economia de energia, além de evitar desperdício de materiais e reduzir gastos na empresa.

O papel dos SLAs para a gestão de iluminação pública

Os SLAs (Service Level Agreement), ou Acordos de nível de Serviço, são contratos que dão mais segurança ao órgão contratante ao terceirizar a prestação de um serviço, definindo precisamente quais são as obrigações que devem ser cumpridas por ambas as partes.

No caso da iluminação pública, as empresas terceirizadas contratadas pelas prefeituras devem sempre buscar cumprir com os requisitos mínimos do contrato. Esses requisitos incluem o compromisso com os prazos e objetivos da contratação e exigem o bom desempenho dos serviços e a eficiência do atendimento.

O descumprimento dos acordos previstos pode resultar em penalidades para a empresa contratada, o que pode levar a perdas financeiras e até ao rompimento do contrato. Isso ressalta a importância de se fazer uma gestão de iluminação pública eficiente.

Dicas para otimizar a gestão de iluminação pública

Agora que você já sabe a importância de um bom serviço de iluminação pública, veja algumas práticas para implementar em sua empresa e melhorar sua performance:

1. Aprimorar os pontos de luz

Algumas cidades apresentam deficiências no sistema de iluminação pública e geram o descontentamento da população com o serviço. Portanto, é preciso estar atento a isso e aprimorar os pontos de luz, garantindo que a iluminação pública seja eficiente em todos os locais da cidade.

Além disso, você pode investir na modernização dos pontos de iluminação, utilizando soluções como as lâmpadas de LED em seus projetos.

2. Melhorar a gestão da equipe de campo

Acompanhar de perto o trabalho das equipes de campo é fundamental para garantir sua produtividade e a qualidade dos serviços. Para isso, há soluções tecnológicas que permitem monitorar a localização das equipes e verificar seu comparecimento nos locais estipulados por meio de checkpoints automáticos.

Sabendo a localização exata das equipes e agrupando chamados originados de uma mesma região, também é possível planejar melhor as rotas de atendimento. Isso economiza tempo e combustível, contribuindo diretamente para a redução de custos para a empresa.

Também é indispensável realizar um bom controle de materiais, registrando devidamente quais deles estão sendo utilizados por cada uma das equipes.

Um bom sistema de gestão de iluminação pública pode ajudar a diminuir problemas com furtos de equipamentos e selecionar os materiais corretos para solucionar cada um dos problemas, para que a equipe leve para o local somente aqueles que forem necessários.

3. Fazer o monitoramento da iluminação

O monitoramento da Iluminação Pública permite economizar energia elétrica e reduzir custos de manutenção para a empresa, por meio de tecnologias de telegestão.

Por meio delas, é possível gerenciar os pontos de iluminação de forma remota, programando os momentos certos para ligá-los e desligá-los de forma automática, ajustar a intensidade da luz de acordo com as necessidades de cada localização, entre outras funcionalidades.

Uma das maiores vantagens do monitoramento é a possibilidade de acompanhar o desempenho de cada um dos pontos de iluminação em tempo real. Assim, fica muito mais fácil identificar defeitos de funcionamento dos equipamentos e agilizar a correção do problema, otimizando o trabalho da equipe de campo.

4. Criar canais de comunicação com a população

É muito importante facilitar a comunicação da população com a empresa, investindo em soluções que vão além do tradicional call center. Muitas pessoas preferem a praticidade de fazer as solicitações por meio da internet.

Para isso, é indispensável ter um site e aplicativos para dispositivos móveis nas principais plataformas utilizadas, como Android e iOS. Eles tornam mais fácil o atendimento, já que registram as informações automaticamente e permitem que o cidadão acompanhe o andamento da resolução do problema. Assim, é possível atender às solicitações com maior agilidade e sem sobrecarregar os atendentes.

5. Aplicar tecnologia mobile em campo

A utilização de tecnologia mobile melhora muito o trabalho das equipes de campo. Os colaboradores podem usar tablets conectados ao sistema de gestão da empresa para ter acesso a funcionalidades como mapas para controlar melhor suas rotas e atender às solicitações com maior agilidade. Esse acesso ocorre inclusive em áreas sem conexão com a internet, já que o sistema pode operar em modo off-line nos tablets.

Para que isso seja possível, as empresas devem fazer o cadastramento dos pontos de iluminação pública das cidades que atendem. Assim é possível utilizar a tecnologia de georreferenciamento para otimizar o atendimento, evitando problemas como reclamações duplicadas e permitindo que a equipe possa localizar de forma mais eficiente os pontos de luz a serem reparados.

6. Utilizar um sistema ERP

A forma como a empresa anota e gerencia as reclamações em relação aos serviços de iluminação influencia diretamente na qualidade do atendimento prestado e no sucesso da empresa no mercado. Portanto, esse é um dos pontos em que o uso da tecnologia se torna indispensável para evitar gargalos nos processos.

Um sistema ERP é a melhor forma de gerenciar as solicitações feitas pelos cidadãos. Ele facilita bastante o trabalho dos atendentes, já que o armazenamento das reclamações é feito de maneira organizada, o que permite administrar melhor as prioridades e evitar atrasos no atendimento.

Além disso, muitos gestores de serviços de iluminação pública não conseguem gerar métricas para acompanhar os processos e avaliar seu desempenho. Com um sistema ERP, essa tarefa se torna muito mais fácil, já que é possível acompanhar indicadores e obter gráficos e relatórios precisos para análise, facilitando o gerenciamento das informações.

Tenha em mente que, para realizar uma boa Gestão de iluminação Pública, é necessário que os gestores sempre busquem novas formas de melhorar os processos. Seguindo as práticas apresentadas aqui, você certamente vai conseguir aumentar a produtividade de suas equipes e reduzir o número de reclamações, garantindo o sucesso de sua empresa.